Catarina confessa golpe da barriga, cospe em Afonso e é completamente humilhada por ele, em Deus salve o Rei

Presa por tentar matar um de seus capangas, Catarina tentará dar a volta por cima, porém não terá muito sucesso. Após descobrir que foi enfeitiçado pela vilã, Afonso a pressionará para que ela finalmente confesse que já se casou grávida. Ela não encontrará saída, assumirá o golpe e ainda o chamará de medíocre por amar uma simples plebeia. E cuspirá em sua direção.

Catarina fará questão de demonstrar todo seu desprezo pelo amor presente entre Amália e Afonso, mesmo já estando ciente de que ela também não passa de uma simples plebeia, assim como sua grande inimiga.

Aliás, o empurrão final para que Catarina seja derrotada será o laço de parentesco entre ela e a mocinha de Deus Salve o Rei. As duas podem ser irmãs. Essa é uma das cartas na manga para a última semana da trama global.

Afonso pedirá para que seus guardas levem a vilã até a sala do trono assim que realizar uma regressão que mostrará que ele nunca se deitou com ela.

“Faz tempo que você não se digna a me visitar. Eu esperava um pouco mais de preocupação com seu filho”, dirá ela, com um tom de voz angelical e doce.

“Catarina, eu tenho que lhe fazer um elogio. Tudo que você tramou para me separar de Amália e ficar ao meu lado realmente funcionou. Mas tem algo que você não conseguiu, que eu me deitasse com você. Esse bebê que você está esperando não é meu! ”, afirmará ele.

 

Mentiras

Ela ficará assustada e o acusará de querer renegar o próprio filho. “Eu consegui me lembrar de absolutamente tudo o que aconteceu naquela noite, Catarina! Você usou um feitiço, para que eu olhasse para você e visse Amália! Como você pode ser tão sórdida? O seu truque sujo foi revelado! Agora consigo me lembrar de cada detalhe. É um grande alivio para mim saber que nunca aconteceu nada entre nós”, dirá ele, deixando Catarina sem saída.

“Você acredita mesmo que eu seria capaz de usar um feitiço para que você se deitasse comigo, Afonso? É lastimável que um homem tão inteligente como você possa acreditar em algo assim”, rebaterá a vilã.

“Não continue alimentando essa mentira! Eu vou lhe dar só mais uma chance de ser sincera. Quem é o pai dessa criança que você está gerando? ”, indagará o rei.

Catarina está gravida de Otávio, mas continuará afirmando que seu herdeiro é filho de Afonso.

“Chega de tanto cinismo e de tanta mentira! Se você não quer me contar quem é o pai, pouco me importa. Você vai ter seu bebê e cumprir a sentença que for determinada no julgamento. Mas não espere por isso aqui neste castelo! Você vai ficar em uma prisão bem distante daqui, onde eu não precise ficar olhando para sua cara”, anunciará Afonso, cheio de ódio pela vilã.

 

Muito ódio e cuspe

Catarina acabará mudando de ideia e resolverá confessar o golpe. “Você realmente não é o pai do meu filho. E pensando bem, isso é um grande alívio para mim também. Ao menos ele não terá como pai um homem extremamente fraco e que se deixa manipular como você. Eu fui uma idiota. Só mesmo uma pessoa fora de seu juízo perfeito conseguirá se apaixonar por um homem medíocre como você. Um rei que ama uma feirante idiota! Uma plebeia suja! Vocês realmente se merecem”.

Afonso ficará ainda mais enraivecido e ordenará que ela limpe sua boca para falar de Amália e dirá que a plebeia o faz extremamente feliz. “Agora saia imediatamente da minha frente, imediatamente”, ordenará ele.

Catarina cuspirá na direção de Afonso e sairá humilhada, sendo conduzida pelos guardas do reino.