Após descobrir traição, Samuel volta a morar com Cido e decide destino de Suzy, em O Outro Lado do Paraíso

Samuel não irá durar muito tempo sendo o homem hétero que sua mãe tanto deseja, pois brevemente ele irá reatar com Cido em “O Outro Lado do Paraíso”.

Samuel acabou caindo novamente nos braços de Cido, e Suzy não aguentou e se entregou ao médico Helder, que sempre demonstrou ter uma queda muito grande pela loira. Diante das traições, o casal decidirá por um fim na relação e, por isso, Samuel voltará a morar com Cido e buscará um novo marido para a enfermeira.

O escolhido será o médico Helder, que ficará surpreso com a proposta.

Mesmo depois de ser traído, Cido decidirá voltar a morar no apartamento de Samuel, que não perderá tempo em conversar com o amigo de profissão para lhe oferecer sua ex.

“Opa, deixa eu ver se entendi o que você está me oferecendo. Tá me pedindo em casamento pra tua mulher? ”, questionará Helder, demonstrando estar surpreso com o situação.

“Olha aqui, eu deveria me sentir muito ofendida com tudo isso”, reclamará Suzy. “Ah Suzy, tenho certeza de que você não está se sentindo nenhum pouco ofendida. Ele é um ótimo médico, tem uma carreira invejável. Mora muito bem. É maluco pelos pés da Suzy. Pronto! Vocês dois têm tudo para dar certo”, concluirá o diretor do hospital.

“Estou muito furiosa. O dia em que eu precisar de um marido, eu mesmo procuro, Samuel”, protestará a enfermeira. “Peraí Suzy. O que ele tá falando tem sentido. Mas você é casado com ela, doutor Samuel”, estranhará o pretendente.

“Ele não é. Desde ontem que não sou mais a esposa oficial. O Cido voltou a morar no apartamento. E ele voltou a dormir no quarto do Cido”, explicará ela.

Você é um ótimo sujeito. Será uma boa influência para minha filha. Estava preocupado com isso também”, argumentará Samuel.

“Se o mundo fosse mais civilizado, todos os casais iriam se comportar assim. O marido simplesmente arrumaria o próximo marido para a mulher. E a mulher arrumaria a próxima esposa. Veja bem. Eu já conheço os seus defeitos e preferências. Não vou deixar você cair em uma roubada”, continuará Samuel.

“Fico feliz em ver que você não me considerada uma roubada”, dirá o pretendente.

“Prefiro que a Suzy continue morando em meu apartamento até se casar com você. Vai ter o melhor tratamento do mundo. Comerá bem, vai ter roupas boas e será tratada com uma rainha”, prometerá Samuel.

Diante da conversa, Samuel dirá que prefere dividir a guarda da criança. “Eu sugiro a guarda compartilhada. Assim que for possível ela passa alguns dias da semana comigo e outros dias com você. Decidimos isso durante o divórcio”, dirá o médico.

“Então eu caso. Mas vou ficar com saudades de você, Tigrete”, brincará Suzy. “ Não me chame de Tigrete”, reclamará Samuel.

Quem ficará contra o acordo será Adnéia. A mãe do psiquiatra, que estava acreditando que a “cura gay” iria funcionar com o seu filho sofrerá uma grande decepção.

“Calma Suzy, poupo a pouco a cura gay aconteceu. Mas não se curou totalmente ainda. Entenda que, isso é como a gripe. Ela passa, mas de vez em quando a pessoa dá uns espirros. Ele não te traiu, Suzy. Foi só um espirro”, justificará a mãe do médico.

A enfermeira ouvirá tudo, mas decidirá levar uma vida normal ao lado de Helder.

“Oh, meu Deus, oh céus. Quem me enganou com essa conversinha de cura gay? Quem me enganou? Eu deveria entrar com um processo. Uma mãe não merece passar por isso”, lamentará ela, demonstrando estar decepcionada com a situação.